Tag Archives: deputados

Esperançoso

Divulgada a lista do futuro colégio governamental, importa realçar a coerência das escolhas, apesar de algumas surpresas.

Desde logo, o superministro: Vítor Gaspar. Dos nomes mais ventilados para esta pasta, nenhum foi escolhido. Nem Catroga, nem Bento, nem Duque.

Para um das áreas mais importantes – a Justiça – uma mulher com garra: Paula Teixeira da Cruz que prima pela veemência das suas convicções.

Da boa equipa parlamentar de que o CDS dispunha, transitam para o governo dois nomes: Pedro Mota Soares e Assunção Cristas. São jovens (37 e 36 anos, respectivamente) e deles espera-se que continuem com a mesma intensidade e qualidade de trabalho que até agora tinham vindo a desenvolver. Apesar disso, a escolha para a Agricultura parece ser uma surpresa.

Uma das escolhas que mais revela coerência e consistência é a da Educação. O matemático Nuno Crato, presidente do TagusPark, é agora o homem forte deste ministério. Excelente escolha pelo seu profissionalismo e competência.

A cultura ganhou Francisco José Viegas, encarregado do ministério que virou secretaria e que agora presta contas ao primeiro-ministro, Passos Coelho.

Com as etiquetas , , , ,

0,0015

É o número, em percentagem, que a alteração de 230 para 180 deputados permitiria poupar aos cofres do Estado – 0,0015 do PIB.

É necessário acrescentar algo mais ao post ?

Com as etiquetas , , ,

Vão-se entretendo…

A polémica à volta da proposta de Jorge Lacão, Ministro dos Assuntos Parlamentares, não pode ser mais do que uma “manobra de diversão”, como disse e bem, Manuela Ferreira Leite.

Em português, chama-se “balão de oxigénio”

E o governo de Sócrates precisa disto como de pão para a boca.

As quase ininterruptas revoltas no Norte de África e Médio Oriente têm servido bem. O recalcado e renascido caso “Casa Pia” também foi útil.

Mas esta polémica mais útil será.

Enquanto nos entretemos a mastigar isto, Sócrates vai flutuando.

Com as etiquetas , , , ,